Automação no Agronegócio

Eficiência no setor agropecuário

Conceito e finalidade

Buscando eficiência no agronegócio, a automação é o principal meio para ampliar o setor agropecuário, trazendo rapidez e otimização aos processos. De antemão, define-se automação como um sistema em que os processos operacionais em um estabelecimento, lavouras por exemplo, sejam controlados e executados por meio de dispositivos mecânicos ou eletrônicos em substituição do trabalho manual.

A princípio, a automatização de processos no campo visa a melhoria das metodologias empregadas no trabalho tornando os processos mais fáceis de serem executados e com o mínimo de erros operacionais possíveis. Sendo assim a automação tem como vantagem a redução de tempo para executar uma tarefa e um bom gerenciamento dos processos em execução. Possuí também, o fornecimento de relatórios precisos sobre os índices de produtividade, o auxílio na tomada de decisões, dentre outros benefícios.

Implementação da automação na agricultura, exemplos práticos:

  • Irrigação

Um sistema automatizado de irrigação é capaz de oferecer água na medida certa para a cultura. Ele possibilita também, a programação do horário, frequência e a duração de regas que as plantas vão precisar para seu desenvolvimento. Qualquer sistema de irrigação pode ser automatizado, mas tudo vai depender de como é o sistema, eles podem ser totalmente ou parcialmente automatizados. Um exemplo de equipamento usado para automatizar um sistema de irrigação é o controlador TM o qual permite que o produtor controle os horários, frequência e tempo de rega de um sistema (Figura1).

Exemplo de controlador TM2
Figura 1. Controlador TM2.
  • Rastreamento

O rastreamento de uma produção é um dos sistemas de automatização no campo que possibilita o produtor saber onde se encontra o carregamento em trânsito, identificar quanto tempo ele vai demorar para chegar no destino, dentre outras informações (Figura2).

Eficiência do setor agropecuário, com o rastreamento de produtos agrícolas.
Figura 2: Rastreamento de produtos agrícolas.
  • Sistema de posicionamento global (GPS)

A implementação do GPS na Agricultura possibilita ao produtor obter informações geográficas (GIS) da área de trabalho e coletar dados. Esses dados adquiridos em campo possibilitam a realização de um bom planejamento de plantio, mapeamento em campo, amostragem de solo, direcionamento do trator, dentre outras atividades (Figura 3 ).

Implementação do GPS na Agricultura.
Figura 3: GPS na agricultura.

Saber mais no portal Embrapa: https://bit.ly/3ihRDMS

Gostou do artigo?

Share on whatsapp
Compartilhe no WhatsApp
Share on twitter
Compartilhe no Twitter
Share on linkedin
Compartilhe no Linkedin

MAIS

Deixe um comentário

This Post Has 2 Comments

  1. Guilherme Bastos

    Ótimo post, parabéns!!!

  2. Nayara

    Muito bom!!

Leave a Reply