Estudo de mercado: o que é e como fazer.

Diante de um mercado cada vez mais competitivo, ao abrir um negócio, é fundamental fazer um estudo de mercado que possibilite a criação de estratégias de ação assertivas e, consequentemente, o alcance de bons resultados. Isto se aplica não apenas à novos empreendimentos, mas também à empresas que já estão inseridas no mercado e desejam se consolidar e conquistar mais espaço.

O Estudo de mercado é um conjunto de pesquisas para coletar dados relevantes de um determinado nicho, que podem ser quantitativos ou qualitativos. Esse estudo nos dá noção sobre informações importantes, como as características do público alvo, o comportamento de compra, as tendências de mercado, os modelos de negócio que mais se destacam, quem são os concorrentes e o que oferecem, as oportunidades e as ameaças ao negócio.

A partir dos dados coletados sobre todos esses fatores, é possível criar um modelo de negócio com uma visão estratégica e ter uma decisão comercial mais segura, além de estabelecer uma melhor comunicação com leads e relação sólida com clientes. Ademais, conhecer o público alvo contribui também para o melhor posicionamento da marca e para o direcionamento de campanhas publicitárias através do marketing digital.

Como fazer um estudo de mercado

Muitas pessoas têm dúvidas de como fazer um estudo de mercado e acabam iniciando um negócio sem um bom planejamento. Por isso, elaboramos um passo a passo detalhado para você desenvolver um de forma simples:

1. Defina o objetivo

O primeiro ponto para dar início ao estudo de mercado é encontrar um problema e definir as perguntas a serem respondidas.

Aumentar o faturamento? Fidelizar clientes? Viabilidade de lançar um novo produto? O que deseja descobrir?

Portanto, entender o motivo de realizar um estudo de mercado vai guiar e dar um direcionamento paras as pesquisas. É importante que depois de definido qual o objetivo geral, sejam traçados os objetivos específicos, de forma que o estudo seja bem detalhado.

2. Identificar o público alvo

É interessante conhecer o público alvo e criar a persona (representação do cliente ideal) para então elaborar boas estratégias de vendas. Logo, é necessário levar em consideração quais são as pessoas impactadas com o seu negócio, suas reais necessidades e como se comportam.

Para isso é preciso obter algumas informações específicas, e segmentar o público alvo pode ajudar nessa busca. Os critérios mais comuns de segmentação são geográfica, demográfica, psicográfica e comportamental.

  • Geográfica: Onde o público alvo está localizado (país, estado cidade);
  • Demográfica: Características como sexo, idade, classe social, religião, profissão;
  • Psicográfica: Estilo de vida, personalidade e valores;
  • Comportamental: Como o público alvo se comporta com relação à um determinado produto ou assunto. Onde e como procuram  produtos e conteúdos.

3. Conhecer os concorrentes

Para se destacar e oferecer algo com um diferencial, é preciso saber quais são as outras empresas que oferecem o mesmo produto ou serviço do seu empreendimento. Analisar como trabalham, os pontos fortes e fraquezas, portfólio, preço e qualidade do produto ou serviço e suas estratégias de vendas e marketing.

4. Metodologia de pesquisa e coleta de dados

É importante não apenas saber o que deve ser estudado, mas também como e onde coletar as informações. Algumas das maneiras mais utilizadas são através de entrevistas e questionários, através de bancos de dados já existentes, de buscas na internet e do benchmarking com outras empresas.

Depois de recolhidos, esses dados devem ser organizados para melhor compreensão e análise. Planilhas, gráficos e mapas visuais, por exemplo, são ótimas ferramentas de organização.

5. Análise de dados e plano de negócio

Por fim, nessa última etapa, será feita a análise de todos os dados coletados, transformando-os em algo de grande valor para o empreendimento e na peça-chave para elaboração do plano de negócios.

Os dados são de extrema relevância para o estudo de mercado, contudo é preciso estar atento e buscá-los com seriedade, afinal, dados errados ou mal interpretados podem direcionar o negócio por um caminho diferente do ideal para seu desenvolvimento.

Agora que você já sabe da importância de um estudo de mercado e como elaborá-lo, que tal colocar em prática? Conta pra gente sua experiência e como melhorou os resultados do seu negócio.

Gostou do artigo?

Share on whatsapp
Compartilhe no WhatsApp
Share on twitter
Compartilhe no Twitter
Share on linkedin
Compartilhe no Linkedin

MAIS

Deixe um comentário

Leave a Reply