Tratamento de Efluentes Industriais 

Os processos de tratamento de efluentes industriais visam a aplicação de métodos que promovem a máxima eficiência industrial e ambiental, buscando gerir adequadamente os resíduos provenientes desse setor econômico.

Efluentes industriais são despejos líquidos provenientes das áreas de processamento industrial, incluindo os originados nos processos de produção, as águas de lavagem de operação de limpeza e outras fontes, que comprovadamente apresentem poluição por produtos utilizados ou produzidos no estabelecimento industrial (NBR 9800/1987). 

O desenvolvimento industrial próximo aos rios, devido à disponibilidade de água e a possibilidade de utilização dos corpos hídricos como receptores de desejos, tem causado a poluição desses locais. 

A poluição hídrica é caracterizada pela alteração física, química ou biológica da qualidade de um corpo hídrico, excedendo os padrões de propriedades estabelecidas pela resolução CONAMA n° 430/11, à depender do Estado na qual será aplicada.

Nesse contexto, torna-se necessário a adoção de práticas que alinhem a produção industrial e a conservação do meio ambiente. Para tal, destaca-se a adoção dos processos de tratamento de efluentes.

Responsável pela manutenção dos efluentes gerados, os processos de tratamento também auxiliam na minimização de vazamentos e no desperdício de energia, com a redução do consumo de água e a otimização dos processamentos industriais. 

Características dos poluentes

As características dos efluentes industriais dependem dos compostos presentes na água poluída, que podem ser orgânicos e/ou inorgânicos. O odor é uma das características sensoriais que resulta da fermentação da matéria orgânica presente na substância.

Para definição das característica dos poluentes são considerados, ainda, fatores como: cor, temperatura, agentes biológicos, gases e a presença de sólidos dissolvidos ou em suspensão. 

Níveis de tratamento de efluentes líquidos

Os níveis de tratamento tem por objetivo remover poluentes dos efluentes, eles são divididos em quatro níveis:

  • Preliminar: Destina-se à remoção de sólidos sedimentáveis grosseiros, óleos e graxas.
  • Primário: Destina-se à remoção de sólidos por sedimentação ou flotação. Nesta etapa são removidos componentes tóxicos, matéria orgânica, gorduras e metais pesados (dissolvidos). 
  • Secundário: Destina-se à remoção de matéria orgânica biodegradável dissolvida. Nitrogênio e/ou fósforo são removidos nessa etapa.
  • Terciário: Destina-se à melhoria da qualidade dos efluentes tratados pelas remoções de cor residual e desinfecção do efluente tratado. 

Alguns processos de tratamento de efluentes líquidos 

Os processos de tratamento podem ser classificados como físicos, químicos e biológicos. Essa classificação depende da natureza dos componentes que serão removidos e das operações utilizadas para o tratamento. 

Processos físicos:

Normalmente removem sólidos em suspensão sedimentáveis e flutuantes.

  • Gradeamento: Remoção de sólidos grosseiros  que podem causar entupimentos nos sistemas de tratamento. São utilizadas grades [Figura 1] mecânicas ou de limpeza manual.
  • Peneiramento: Remoção de sólidos com diâmetros superiores a 1mm. As peneiras mais utilizadas possuem barras triangulares com espaçamento entre 0,5 a 2mm. A utilização de peneiras é imprescindível em tratamentos de efluentes de indústrias de refrigerantes, têxtil, pescado, abatedouros e frigoríficos e outras indústrias de alimentos.
  • Flotação: Processo muito utilizado para clarificação dos efluentes. Deve ser aplicada principalmente para sólidos com altos teores de óleos e graxas.
Tratamento de Efluentes Industriais
Figura 1. Grade Média | Fonte: CETESB
Processos químicos:

Esses processos utilizam produtos químicos como: agentes de neutralização de pH, agentes de oxidação, dentre outros. 

  • Clarificação química: Processo que se dá por meio da desestabilização dos colóides, seguido da floculação e separação para flotação. Os colóides podem ser formados por microorganismos, gorduras, proteínas e partículas na faixa de 0,1 de 0,01µm.
  • Eletrocoagulação: Responsável pelas reações químicas que ocorrem nas substâncias, como oxidação de compostos, substituição entre eletrólitos inorgânicos e sais orgânicos, causa a redução da matéria orgânica dissolvida na solução. Esse processo se dá por meio da passagem de corrente elétrica pelo efluente. 
  • Precipitação química: Precipitação de metais por meio da formação de hidróxidos metálicos. Esse processo depende do nível da curva de solubilidade dos metais (pH X solubilidade). 
Processos biológicos: 

Os processos biológicos utilizam a matéria orgânica dissolvida ou em suspensão como substrato para microorganismos (bactérias, fungos, dentre outros). Esses agentes transformam a matéria orgânica em gases, águas e novos microorganismos.

  • Lodos ativados: Fornecimento de oxigênio para degradação da matéria orgânica dissolvida ou em suspensão. Processo realizado por microorganismos que transformando a matéria em gás carbônico, água e flocos biológicos.
  • Processos facultativos: Processos que utilizam biofilmes, como filtros biológicos [Figura 2], biodiscos e biocontactores. 
Tratamento de Efluentes Industriais
Filtro Biológico | Fonte: CETESB

Referências:

GIORDANO, G. Avaliação ambiental de um balneário e estudo de alternativa para controle da poluição utilizando o processo eletrolítico para o tratamento de esgotos. Niterói – RJ, 1999. 137 p. Dissertação de Mestrado (Ciência Ambiental) Universidade Federal Fluminense, 1999.

GIORDANO, Gandhi et al. Tratamento e controle de efluentes industriais. Revista ABES, v. 4, n. 76, p. 1-84, 2004.

Ler mais em: http://abre.ai/bvog

http://abre.ai/bu9u

Gostou do artigo?

Share on whatsapp
Compartilhe no WhatsApp
Share on twitter
Compartilhe no Twitter
Share on linkedin
Compartilhe no Linkedin

MAIS

Deixe um comentário

This Post Has 2 Comments

  1. Thayane Monteiro

    Ótimo textoooo! 👏🏼👏🏼

  2. Myrta Kester

    I truly appreciate this post. I’ve been looking everywhere for this! Thank goodness I found it on Bing. You have made my day! Thanks again!

Leave a Reply